Grupos Temáticos

GT 01: Favela -  Corpes Ecomutantes

O corpo humano, definido pelas ciências tradicionais e normativas, assume diferentes papéis. Desde a sua concepção até a sua morte, inúmeras modificações genéticas e estéticas vão moldando o que somos. O GT 01 Favela - Corpes Ecomutantes traz a favela e a sua diversidade como ponto de partida para pensarmos a arte e a sexualidade. Corpes que lançam tendência, que emanam arte ao respirar e que vivem subjugados e são vistos como descentralizados, como unidade rebeldes, frutos de guerras públicas e os primeiros a absorverem os impactos das inúmeras violências às quais estamos suscetíveis. 

GT 02: Urbanidades e Transmutações

Corpas, Corpes, Corpos se moldam a todo instante para caber em um CIS-tema enjaulante. O GT 02 Urbanidades e Transmutações visa trazer questionamentos e acolhimento sobre as corpas e as inúmeras formas que estas podem assumir, levando em consideração as que transicionam, as que são vulneráveis socialmente e que estão na linha de frente contra as normativas do corpo. Visto que este ano o Ars Sexualis será na cidade do Rio de Janeiro, ao propor este GT queremos trazer para a roda um diálogo sobre habitação. Sendo nossas corpas a nossa primeira morada e a habitação externa, quem tem direito a vida digna, o que é dignidade e as suas complexidades, o quanto temos que nos adaptar ou parecer com o meio para sermos aceitos e termos segurança no deslocamento do ser/existir/pensar? E enquanto pessoas artistas, pesquisadoras, agentes como nossas pesquisas se interseccionam por estes caminhos?

GT 03: Consumo e/ou Ser Consumido

O GT 03 Consumo e/ou Ser Consumido é um campo abstrato tanto na escrita quanto no fazer artístico. Das ramificações deste GT, temos a sociedade que, de forma geral, nos consome e vulgariza corpes livres, que se veem em dependência da indústria do sexo. Outras formas de consumo podem estar atreladas ao que comemos e então, perguntamos: o que é comestível e o que é sexual? O que nos enche de tesão? Que artes estão sendo consumidas ou negadas? Que pesquisas estão sendo legitimadas ou censuradas? Trazendo também para o debate as relações de poder, envolvendo o capitalismo e a deterioração de nossas corpas. Uma linha vasta de prazeres e desprazeres nos levam a refletir sobre o consumo e o ser consumido.